TCC | UFPE



Linhas de pesquisa
Projeto de artefato digital
Design de serviços
Epistemologia de projeto
Design de informação digital
Design de conteúdo
Computação criativa
Design emocional
Estética da interação

1. Orientador 

Prof. Dr. Guilherme Ranoya

2. Oferta 

 

Prevista para  


3. Resumo 

O intuito desta documentação é organizar o cronograma e as atividades relacionadas ao trabalho final de conclusão de curso (TCC). O TCC é uma atividade obrigatória para obtenção do título de bacharel, com carga horária de 540 horas totais de dedicação (em média 10 horas semanais pelo período de 1 ano).

4. Recomendações e encaminhamento 

Recomenda-se aos alunos cursem o TCC após terem concluído todas as atividades e créditos exigidos no curso. Não é recomendável desenvolver um TCC enquanto sua atenção estiver dividida entre várias coisas a serem feitas. O TCC é um trabalho de dedicação integral.

5. Quem deve fazer um TCC?

Todos os alunos, ao final do curso.
Podem fazer seu TCC com a orientação do Prof. Dr. Guilherme Ranoya os alunos que quiserem desenvolver seu trabalho em uma das áreas de concentração em que o professor atua.

6. Quem NÃO deve fazer um TCC?

Alunos que ainda tenham cadeiras a serem cumpridas para integralização de seus créditos.
Não devem fazer seu TCC com a orientação do Prof. Dr. Guilherme Ranoya os alunos que não irão desenvolver seu trabalho em uma das áreas de concentração apresentadas, e alunos que não irão se dedicar, ao menos, 10 horas por semana ao seu trabalho de TCC. A dedicação e as orientações são o critério mais importante para a avaliação, e alunos que não tiveram orientação ou não tiverem dedicação compatível com a carga horária da atividade, serão reprovados independentemente do que apresentarem como resultado.

7. Metodologia 

O TCC é desenvolvido de forma autônoma pelo estudante, com orientação de um professor. O trabalho deverá ser acompanhado e discutido contínuamente durante o semestre em encontros presenciais de orientação.

O papel do orientador não é designar o que o orientando deve, ou não deve, fazer; seu papel é auxiliar o orientando a desenvolver o próprio trabalho por suas próprias escolhas, tentando garantir, como um crítico que observa o processo por fora, que ele seja desenvolvido de maneira consistente e coerente, dentro de uma abordagem científica da prática de design, adequada à forma como um bacharel deve proceder sobre seu trabalho.

8. Conteúdo Programático 

Metodologia de pesquisa para projetos de conclusão de curso.
Orientações presenciais e à distância ao longo do desenvolvimento do trabalho.

Documentação para consulta

Plano de atividades


9. Sistema de avaliação e critérios 

A avaliação de um TCC ocorre em 2 etapas (TCC1 e TCC2), e cada uma delas é realizada também em duas etapas separadas:

  • Autorização de entrega do orientador
    Realização de, no mínimo, 4 orientações no semestre
    Relatório (Modelo de relatório de monografia ou Modelo de memorial de projeto)
    Entrega da documentação exigida pela modalidade (projeto de pesquisa ou projeto de artefato e memorial) para o orientador em prazo correto ( , )
    Coerência, alinhamento e adequação do trabalho

  • Banca de avaliação
    Apresentação oral do trabalho
    Entrega da documentação exigida pela modalidade (monografia ou projeto de artefato e memorial) para os membros da banca em prazo correto ( , )
    Coerência, alinhamento e adequação do trabalho

10. Bibliografia 

11. Resultados 

 
Copyright © 2017, Prof. Dr. Guilherme Ranoya.
Departamento de design: dDesign | UFPE